segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Indignados

Temos o maior respeito e consideração por todos os que se começam a revoltar contra esta gente manhosa e astuta e que continua infiltrada nos mais diversos sectores do Estado, nas empresas publicas e nos diversos grupos politico-pendentes.
Todos estamos revoltados e sentimos que o rumo do País não segue pelo melhor caminho.
É de facto urgente a contestação a este sistema politico.
Mas não haverá solução de forma pacífica.
Se alguém tiver duvidas, engana-se.
Esta gente não cede e sabe que tem a comunicação social controlada para ir passando as mensagens necessárias para desmobilizar uma contestação mais vasta e forte.
É urgente prender alguns dos principais responsáveis pelo colapso do país. Homens como dias loureiro e sócrates, para só citarmos 2, já deviam estar em prisão preventiva.

4 comentários:

JotaB disse...

"Passos, ladrão, não levas um tostão" foram as palavras mais gritadas nas ruas de Lisboa.

Urge passar das palavras aos actos. É imperioso acabarmos com este sistema político corrupto e inimigo do povo. E isso nunca irá acontecer “a bem”.

Só aparentemente vivemos em democracia, pois a verdade é que apenas nos é dada a possibilidade, nos actos eleitorais, de escolhermos entre um e outro bando de malfeitores.

pvnam disse...

Sem dúvida que o objectivo final de tudo isto é a implosão das soberanias...


--> A superclasse (alta finança internacional - capital global, e suas corporações) não só pretende conduzir os países à IMPLOSÃO da sua Identidade (dividir/dissolver identidades para reinar)... como também... pretende conduzir os países à IMPLOSÃO económica/financeira.
--> Só não vê quem não quer: está na forja um caos organizado por alguns - a superclasse: uma nova ordem a seguir ao caos... a superclasse ambiciona um neo-feudalismo.

--> Marionetas dos 'Bilderbergos' (ex: Sócrates e afins) fizeram o seu trabalho: silenciaram 'Medinas Carreiras', e armaram a RATOEIRA para a falência: endividamento esperando um - ILUSÓRIO - crescimento perpétuo...


--> Para além da SUBSTITUIÇÃO POPULACIONAL [nota: não-nativos já naturalizados estão com uma demografia imparável em relação aos nativos]... também tivemos um que dizia «Há vida para além do deficit» [nota: pois há - a perda de soberania nacional]... etc... e também temos mais um a dar um empurrãozinho - JORNAL DE NEGÓCIOS, 15 Setembro 2011, George Soros: «é preciso um Ministério das Finanças europeu, com poder para decretar impostos e para emitir dívida».

Diogo disse...

Já que a «justiça» não faz nada, cabe ao cidadão mexer-se.

bruno disse...

Quando se lê que uma manifestação dos indignados decorreu de forma ordeira…..Deve-se ler ***decorreu de forma MISERÁVELMENTE COBARDE ** os políticos são violentamente corruptos, e estes palermas, medricas e cobardes dos indignados vão em ar de festa bailando o malhão malhão, com sorriso na cara e dizendo que a vida está difícil…..Idiotas e cretinos ainda não compreenderam que contra a violência dos políticos só se deve actuar com violência física, por outras palavras À PORRADA. Miseráveis idiotas, pseudo indignados , todos felizes e contentes , lá vão cantando e rindo.