sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O lento resvalar

Alguns sinais evidenciam de forma inequivoca a realidade que se vai desenrolando a pouco e pouco por todo o lado.
A ida aos "mercados" é e será apenas um fator a ter em conta para o equilíbrio das responsabilidades que pendem sobre nós.
Infelizmente e acima de tudo, acaba por ser a garantia de sobrevivência do atual sistema politico.
Para isso vai-se destruindo o "modus vivendis" que suportava o ritmo económico da Nação.
Podemos agora dizer de forma segura que o "sangue" que move o País circula cada vez menos.
O desemprego vai aumentando a par da falência das empresas.
O tecido empresarial desagrega-se.
As rendas aumentam.
O consumo de combustíveis diminui.
Os lugares de estacionamento começam agora a ficar vazios.
A fúria desenfreada pela multa cresce exponencialmente.
Os impostos sobem e as receitas diminuem.
Os salários e pensões regridem
As grandes fortunas crescem.
A classe politica adormece descansada pois ninguém a incomoda.
As vozes contestatárias ouvem-se esporadicamente, mas não se juntam.
O País amorfo continua a dormir.

Vamos esperar pela grande notícia !
Pode ser que finalmente alguém acorde e passe das palavras aos atos.
Já é tempo de percebermos que a ilusão é a principal arma dos embusteiros políticos que por aqui se instalaram.
Permitir que continue este regime é abdicarmos do nosso direito de ainda podermos vir a ser felizes.
Teremos que assumir a obrigação de responsabilizar todos aqueles que lançaram o País na situação em que nos encontramos.
Não nos podemos esquecer que esta gente não faz serviço publico. Está, isso sim, a servir-se do publico que somos nós e aqueles que virão a seguir.
É um dever de honra e sobrevivência afrontar o atual sistema político.
Assuma esse dever e conte connosco

7 comentários:

uma forza emergente sem contra disse...

é um lento resvalar para as antigas forzas emergentes que se fazem novas

leitores?...ora 5% de comentadores dá 0 x 20= acho que a forza tá imergente

Ass ou escreve-se ah se...? disse...

pronto 2 comentários num blok imerso en escolhos e ideias feitas

é um blok iceberg?

aparentemente nã

b-log's tal como a união são cousas passageiras

Os que estão a fazere tijolo dizem que bossa senhoria benceu.... disse...

já o país a sério ter acabado é um bom prenúncio do século XXI

finalmente aceitam-se as realidades
Psychosocial theory of country development
Eight or nine or sixty nine individual stages or steps for resolving developmental or exestencial crisis num país pouco sério but que se quer sério
Emphasized emergence force of self or imergence or outra emergência qualquer, is this b-louko uña search for identity?
relationships between messias and followers & the role of political inculture?
A b-log adolescent/peer or imperium relationships?
Who am I. this emergent or emergence force?

bolas iste é peor que a inflação cavalgando as vacas disse...

nem há um gaijo ou gaija emergente que apague o comentariado

é quassim ele inflacciona meus emergentes

é um milagre das forzas emergentes decretarem por decreto-lei que o resvalar é lento?

bolas devem ser ceguinhos
a europa afunda-se ou resvala a uma velocidade vertiginosa

os motins de londres e meter-se cavalo para manter o preço da vaca são a prova dum resvalar bastante rápido

e durante 65 anos resvalares destes só aconteciam alhures...

bocês devem ser é parentes do almirante submarino con sultor ou con sultão uma cousa assis

ou isse ou nã boltaram do carnaval da bahia....paciência
conto-vos como morons neutrais pode ser?

menvp disse...

Um anónimo disse:
«Querem acabar desemprego?
Aumentem a laboração ( dia de trabalho para 12 horas), com 2 turnos de 6 horas, claro que haveria de haver uma diminuição de salário para alguns ( pois haveria redução de horas), mas haveria trabalho para todos...»

Pois é, mas existe um problema: muitos sindicalizados não abdicam do seu 'Status Quo'.
Um exemplo: os maquinistas da CP ganham 2, 3 ordenados mínimos... e não param de fazer greves... prejudicando pessoas que precisam de transportes públicos para se deslocarem para o seu local de trabalho... sendo que muitas dessas pessoas só ganham o ordenado mínimo.

JotaB disse...

Parece que o "blogue" da Força Emergente foi atacado, em simultâneo, por uma caterva de vírus!
Estou em crer que serão vírus carnavalescos e que terão a ver com a respectiva quadra em que impera o regabofe!

Nota: Não sou fundamentalista. Sou apenas inculto.

Força Emergente disse...

Podemos informar os comentadores das 19.18 de dia 11 até às 17.39 de dia 12 que por aqui não é hábito apagarmos comentários.
Pela visita que efectuámos aos vossos blogues, queremos antes de mais felicitar-vos pela excelência dos mesmos.
Só é pena não serem escritos em papel.