sexta-feira, 18 de maio de 2012

O novo Dias Loureiro

A mesma postura. A mesma sobranceria. O mesmo convencimento de que é capaz de "dar a volta" a qualquer situação. Este novo sub produto chama-se miguel relvas.
Está na esteira de um armando vara ou de um silva pereira. É o mais atual e evidente estropicio desta classe politica que continua impune e impante a "governar" o País.
Este homenzinho de "facies" mal definida e olhar manhoso é sem dúvida o digno sucessor de dias loureiro.
Aos poucos iremos descobrir que tal como dias loureiro ou duarte lima, também fossou no esterco enquanto era jovem, pois os pais só com algum sacrificio é que certamente lá lhe conseguiram arranjar condições para que pudesse deixar as "berças", donde aliás nunca deveria ter saído.
Tal como esse doente mental a quem chamamos sócrates, também este se arroga no direito de tentar silenciar quem de alguma forma não cede ao seu desejo de não serem transmitidas informações que o incomodam. Isto demonstra de forma clara que o homem não está tranquilo e sabe bem que a limpeza de imagem que tentou fazer, não convenceu ninguém.
A sua tentativa de silenciar o Público exigia que fosse de imediato demitido. 
Igualmente, seria expectável que pelo menos algum burburinho se fizesse sentir. 
Mas neste País continua a imperar uma passividade enervante. Gostava de saber onde está essa gente determinada a tentar por cobro a esta politica e a esta classe de gente que não serve o País e que cada vez mais nos empurra para um destino sem futuro à vista.
Esta gente tem que ser combatida de forma sistemática e com a necessária dureza que o seu comportamento e desmandos praticados exigem.
A inatividade geral só atrasa a recuperação do País. O embuste veiculado pela comunicação social e protagonizado por esta classe política tem por único objetivo ir amortecendo a grande reação que eles temem, caso a generalidade da população perceba que aquilo que de facto se passa não é uma politica de ajustamento, mas sim de afundamento das estruturas sociais e económicas essenciais ao desenvolvimento do País.
Se já pudessemos contar com os tais 50 homens, em sentido lato, amanhã estaríamos a tentar impedir o senhor ministro relvas de entrar para o ministério que ilegitimamente ocupa. Se calhar alguns de nós seriam detidos e outros até maltratados. Mas, o rastilho estaria finalmente aceso e começaria a vislumbrar-se uma outra situação politica que pudesse permitir novas soluções para o País.
Acreditem meus caros amigos. A continuarmos com esta gente apenas estamos a garantir a prevalência de ganhos elegitimos e a garantir a manutenção de privilégios instalados. O cerne da politica continuará a ser dominado e exercido por grupos de incompetentes e irresponsáveis, dos quais nada à a esperar e cuja principal preocupação será a de irem adiando e amortecendo o sentimento de revolta geral que mais cedo ou mais tarde acabará por eclodir. 
Este País não pode comportar gentalha do calibre de um relvas, de um loureiro, ou de um vara, por exemplo. Mas o facto é que os anos vão passando, eles continuam tranquilamente a fazer a sua vidinha no governo ou nos organismos públicos e nós cá vamos escrevendo e rindo das figuras de parvos que continuamos a fazer.
Carlos Luis

Adenda - A situação a que chegou o País tem responsáveis bem identificados e a única coisa que não se percebe é porque é que ainda não estão presos. Veja-se até ao ponto a que chegou a vigarice praticada por socrates e alguns dos seus capangas, lino, campos e mendonça.
Carlos Enes continua a desenvolver notáveis trabalhos de investigação jornalistica e apresentou-nos mais esta conclusiva reportagem:
Acedam a http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/tribunal-de-contas-estradas-autoestradas-justica-carlos-enes-tvi24/1349430-4071.html

6 comentários:

Anónimo disse...

A sua tentativa de silenciar o Público exigia que fosse de imediato demitido.


A liberdade de expressão traz perigos, sim... mas... a implementação do lápis azul (vulgo censura) traz perigos muito muito maiores!!!... Entre 'n', veja-se este exemplo: ao mesmo tempo que José Sócrates argumentava que falar em determinados problemas... era algo que iria minar a confiança dos agentes económicos (e prejudicar o desenvolvimento económico)... o país ia fazendo uma alegre passeata rumo à bancarrota.

JotaB disse...

Este ervas faz parte daquele grupo de gentalha que deveremos posicionar abaixo de cão.
Trata-se duma criatura manhosa e raivosa, pelo que deveremos exigir o seu afastamento imediato de todo e qualquer lugar onde possa causar danos à democracia.

Diogo disse...

JotaB - «pelo que deveremos exigir o seu afastamento imediato [de Ervas] de todo e qualquer lugar onde possa causar danos à democracia»

Qualquer exigência, feita por quem quer que seja, é inútil. Só há uma forma de o afastar...

Anónimo disse...

Nâo percebo os Portugueses...nós já desde o tempo do Salazar,haviam vigaristas e pequenos mandarins como o Tenreiro etc.etc. em que se faziam negociatas chorudas,vigarices enormes ,até o padre que era o tesoureiro do dinheiro de pedidos para construir o Cristo Rei se pirou para o Brasil com a massa.Fomos todos arrebanhados e mandados para África combater para defender os interesses de meia duzia de ladrôes.Geralmente,banqueiros.Hoje os Belmiros e outros tantos nâo pagam impostos nem nunca pagaram.A escumalha entope os caneiros duma sociedade podre em que tudo está à venda.O que precisamos é de um engenho nuclear que limpe a merda toda deste mundo ou talvez um meteorito...porque isto já não tem cura.Ganancia desenfreada...mais olhos que barriga...A Nova Babilónia e Gomorra.Eu já estou velho...tenho pena dos mais novos.Os quais sem dúvida pensam que o que veem é uma forma aceitável de viver.O povo tem de sair à rua e limpar com uma vassourada terminal a porcaria.Comecem na merda do Parlamento...levem muita água.

Anónimo disse...

Nâo percebo os Portugueses...nós já desde o tempo do Salazar,haviam vigaristas e pequenos mandarins como o Tenreiro etc.etc. em que se faziam negociatas chorudas,vigarices enormes ,até o padre que era o tesoureiro do dinheiro de pedidos para construir o Cristo Rei se pirou para o Brasil com a massa.Fomos todos arrebanhados e mandados para África combater para defender os interesses de meia duzia de ladrôes.Geralmente,banqueiros.Hoje os Belmiros e outros tantos nâo pagam impostos nem nunca pagaram.A escumalha entope os caneiros duma sociedade podre em que tudo está à venda.O que precisamos é de um engenho nuclear que limpe a merda toda deste mundo ou talvez um meteorito...porque isto já não tem cura.Ganancia desenfreada...mais olhos que barriga...A Nova Babilónia e Gomorra.Eu já estou velho...tenho pena dos mais novos.Os quais sem dúvida pensam que o que veem é uma forma aceitável de viver.O povo tem de sair à rua e limpar com uma vassourada terminal a porcaria.Comecem na merda do Parlamento...levem muita água.

Anónimo disse...

http://www.msn.com/ - [url=http://www.msn.com/]msn[/url] msn
msn