sexta-feira, 26 de junho de 2009

O recuo de Socrates

O regresso do Blogue
Um dia bastou para desmascarar josé socrates.
É quase patético ver as tristes figuras que o responsável pela governação de um País faz, quando sente que as suas habilidades já não têm espaço de manobra.
Mais valia que estivesse calado. Evitava, mais uma vez, estar a incomodar-nos com a sua verborreia espaçada, mais comedida, mas mesmo assim insuportável.
Este foi talvez o ultimo arremedo de arrogância, agora dissimulada, que seremos obrigados a suportar até á derrota final deste Governo e deste seu responsável.

Cabe entretanto registar um outro facto:
Pela primeira vez, o Presidente da República assumiu de forma clara e directa aquilo que são as suas responsabilidades e obrigações.
Para nós foi demasiado tarde.
Os resultados da incompetência e desvarios da governação, exigiam desde há muito que o responsável máximo pelo País tivesse tomado outras atitudes, inclusive a demissão deste governo.
A curto prazo irão ser visíveis e sentidas as consequências desta inépcia presidencial.
Não nos move qualquer intenção persecutória em relação ao Dr.Cavaco Silva. Mas, muito sinceramente, cada vez mais nos parece uma personagem doutros tempos e doutra história.
Este País, por ser tão velho, precisava de gente moderna e com dinâmicas de acção adequadas ao tempo presente e ás necessidades postas pela urgência do desenvolvimento. Cavaco Silva acaba por ser uma personagem parada no tempo e que apenas garantiu alguma dignidade Institucional.
Para nós contudo, aquilo que menos apreciamos é essa postura e tudo aquilo que normalmente a acompanha. Estabilidade, Conformismo, Inacção, Confiança nas Instituições e nos Governantes, ou seja, assistir passivamente ao afundar do País ao ritmo de palavras sem sentido.
Nenhum presidente pode levar mais de ano e meio a compreender aquilo que o Povo à muito sentia.
No rescaldo desta crise, permitam-me uma palavra final para um dos garantes da sobrevivência da dignidade Nacional. Chama-se José Maria Martins. Um dia o País talvez venha a conhecer os verdadeiros resultados da acção deste homem.

5 comentários:

Da Serra disse...

Boa tarde.
Mais uma vez estou completamente de acordo com o que está escrito nesta posta.
Sobre o Dr. José Maria Martins, diariamente vou ao seu blogue ver o que ele escreveu de novo.
Um homem com coragem, muita coragem!
Mas tenho de fazer 2 observações:o Sócrates escreve-se com acento no 1º ó e José Sócrates começam com letra maiúscula...
Eu sei que ele não merece, mas a língua portuguesa não se pode compadecer com a incompetência e aldrabice que este senhor representa!
(livra que eu sou mesmo chato!!!)
Os meus cumprimentos e... desculpem a minha insistência.

Força Emergente disse...

Caro Da Serra
Não achamos que seja chato, e até achamos que tem alguma graça.
Acredite que a lingua Portuguesa não se importa nada com o facto do josé socrates não levar acento e ser com letra minuscula!
Parece que o mesmo não se passará quando identifica o que aqui escrevemos com uma posta. A não ser que se queira referir ás chamadas "postas de pescada". Se assim for aceitamos perfeitamente. Agora se for um erro de Português, então já teriamos de atribuir outro significado ás pseudo preocupações que nos vem transmitindo.
Há uma coisa que dificilmente iremos mudar. É escrever o nome acima citado com letra grande. Isso só acontece quando por vezes utilizamos o corrector ortográfico. È por isto, que muitas vezes não o utilizamos.

JotaB disse...

yy

JotaB disse...

Primeiro que tudo, as minhas desculpas pelo "yy" anterior. Foram apenas um teste, pois tenho tido sucessivas mensagens de erro no acesso ao blog da Forcemergente. Explicações dadas, passarei aquilo que pretendo dizer.
No meu grupo de amigos, quando afirmo que nunca votarei no PS, "capitaneado" pelo josé de sousa, dizem-me, muitas vezes, que a única alternativa (alterne ?) é o PSD de Manuela F Leite. E eu, invariavelmente, tento recusar esta inevitabilidade. Àqueles que pensam como muitos dos meus amigos, direi que nada é inevitável, que nós podemos alterar o rumo dos acontecimentos. Não há "destinos traçados". O futuro será tudo aquilo que nós quizermos e pudermos construir. Quero acreditar que batemos no fundo, quanto a tolerar a existência destes políticos da treta. Se não corrermos com eles, JÁ, teremos nós, os nossos filhos, os filhos dos nossos filhos, ... que pagar a factura destes incompetentes e corruptos.
Vejamos mais um exemplo que agora chega ao nosso conhecimento :
- Câmara de Portimão põe à venda património público, para pagar dívidas, depois de ter chegado a sugerir a aplicação de um imposto sobre os turistas.
Esta canalha não tem vergonha na cara, não respeita os seus concidadãos. Com esta gentinha ficaremos sem património, mas com as dívidas para pagarmos. A incompetência, a corrupção, o esbulho, não podem continuar.
TEMOS QUE ACABAR, DEFINITIVAMENTE, COM TUDO ISTO. CHEGOU O MOMENTO DE DIZERMOS BASTA !

Paulo Lopes disse...

Pelas trapalhadas do PS nesta semana, o que faltará mais para que o PR demita imediatamente este governo e instaure um governo presidencial provisório até às eleições, de modo a poder ir auditando o real estado do país para mais depressa o próximo governo poder começar a trabalhar em cima de dados concretos, que para cúmulo, nem este governo os tem, a não ser a enorme manipulação para a propaganda.
Sócrates Rua JÁ!