segunda-feira, 15 de junho de 2009

Reflexões sobre o Sistema Político

A quem serve o voto ?
Esta é a estranha ironia do chamado contentamento descontente de quem votou e sentiu a alegria de ver um José Sócrates receber a repulsa de quase 90% da população, mas ao mesmo tempo sentir que no horizonte se perfilam os mesmos actores que alternadamente e á 35 anos pouco ou nada têm feito pelo País. A seguir a esta emoção transitória, começaram de novo a nascer dúvidas sobre o futuro político do País e a capacidade que terão estas personagens do PS e do PSD, que há tantos anos tomam as opções fundamentais sobre a gestão das coisas públicas e que agora nos entregaram um País desintegrado, sem um sistema de justiça eficaz, com um endividamento externo galopante, um Serviço de Saúde medíocre, uma Economia destroçada por um Sistema Fiscal irresponsável, uma taxa de desemprego nunca antes atingida e acima de tudo a certeza que temos da incapacidade desta Gente e deste Sistema Político poderem responder com soluções adequadas, inovadoras e necessárias para relançar o País na recuperação que se exige e que só ela permitirá trazer o capital de esperança num futuro melhor.
Este é o estado de alma de grande parte da Nação Portuguesa.
Sentimos que uma afronta maior foi sufocada, mas o ar continua poluído.
Só conseguiremos alcançar as metas do desenvolvimento e do progresso com novas Gentes e um Novo Sistema Político.
É sobre isto e para isto que esta Associação foi constituída.
A Bem ou a Mal, temos de encontrar soluções. Vamos ser activos e interventivos. Vamos contestar por todos os meios aquilo que entendermos que colide com os interesses superiores do País.
Vamos continuar a dizer que este Sistema Politico é um atentado aos direitos mais elementares do Povo Português. Se havia dúvidas, o exemplo Sócrates, veio confirmar a impunidade dos políticos que mentem e depois continuam em funções. Mesmo depois de derrotados e amesquinhados na Praça Pública ainda se arrogam de um estafado direito a que chamam Legalidade, pois a Legitimidade há muito que a perderam.
Mas.... nós, vitimas destes políticos sem escrúpulos, somos obrigados a suportá-los pelo menos 4 anos !!!!!! Porquê ?
Porque dizem que nós o "POVO" os elegemos?!
E então porque é que o POVO não os pode demitir?
Se o POVO se sente enganado, porque é que não pode manifestar essa situação?
É evidente que o VOTO que nos pedem, não passa de um atestado em branco que apenas serve para justificar a continuação no poder desta gente que até hoje pouco deu ao País e muito de cá tirou. Colocaram-nos na cauda e somos a vergonha da Europa. O fausto, a riqueza, a ostentação foram as grandes conquistas que a partir de 74 estes políticos conseguiram granjear á custa de uma gestão de interesses privados e esquecendo-se que o VOTO era para governarem o País e não para se governarem a si próprios.
É contra isto que nos revoltamos.
Gente ilustre é aquela que luta diariamente de forma séria e honesta para honrar compromissos, manter a família e dignificar o País.
Estamos fartos de gente medalhada, enaltecida, reverenciada e tantas vezes noticiada.
Por favor retirem esta gente! Precisamos de ar puro.
É por isso e para tentarmos contribuir para um País melhor e mais desenvolvido, que esta associação, com o particular contributo do Dr.José Simões Coelho, irá começar a trazer a debate público, novas formas de Organização e Intervenção na área Política, Económica e Judicial.
Do debate em torno das ideias que irão sendo apresentadas, poderão sair posteriormente as linhas essenciais e relativas á forma como vemos a solução Política e as linhas fundamentais em que poderá assentar o futuro desenvolvimento do País, tendo em conta aspectos relevantes que têm sido descurados e que se referem a compromissos de Solidariedade e Justiça baseados num Sistema Económico com novas regras e que permita ultrapassar esta tacanhez e mediania dos Políticos que há 35 anos vêm contando com a nossa complacência.
Começamos a ter dificuldade em entender e escutar muitos dos comentadores e analistas políticos. Estamos fartos de ouvir os mesmos comentários e as mesmas previsões. Por favor retirem-nos os Marcelos, os Vitorinos, os Costas, os Pereira, os Soares, os Santos e ....todos os outros que nos sobrecarregam a existência e condicionam os raciocínios.
Por favor, não deixem que José Sócrates volte a falar Espanhol, ou Inglês ou mesmo Português.
Este País será muito melhor sem esta gente.
Têm duvidas?

7 comentários:

JUVENTUDE EMERGENTE disse...

O PSD e o PS são partidos do século XX; já nada acrescentam à vida dos portugueses porque já trabalham apenas e descaradamente para os seus lobbies de "boys and girls". Os cidadãos porugueses precisam de gestores públicos a sério, pessoas que não defendam apenas interesses particulares e difusos do seu próprio grupo. Acabar com a corrupção e com o tráfico de influências destes dois partidos tem de ser uma meta a atingir pelos portugueses. Não podemos deixar que nos cuspam na cara e ainda sorrimos alegremente...!!!

JotaB disse...

Pretendo apenas verificar a possibilidade de apresentar o meu comentário.

JotaB disse...

Excelente análise do sistema político e dos políticos que temos. Estou inteiramente de acordo.
Qualquer cidadão decente sente a necessidade em correr, urgentemente, com estes políticos curruptos. Mas como consegui-lo, a bem, se isso implica a colaboração daqueles que têm que ser varridos ? Como conseguir, por exemplo, a mudança da Constituição, retirando aos partidos a exclusividade de concorrerem à Assembleia da República ? Como criar círculos uninominais, a que possam concorrer os cidadãos, tornando-os responsáveis perante os seus eleitores e não perante as chefias partidárias ? Como criar mecanismos de destituição desses mesmos eleitos, sempre que justificável ? Como acabar com a ocupação, indevida, dos lugares da administração pública, a todos os níveis, por incompetentes e curruptos, que se governam e levando ao desgoverno deste país ?
Não acredito que isso seja possível sem uma atitude de força, de revolta, de todos aqueles que entendem que chegou a hora de acabar com este estado de coisas.
BASTA DESTE FARTAR VILAGEM !

Força Emergente disse...

Caro JotaB
Antes de mais obrigado pelas suas considerações.
Aquilo que nos transmite é aquilo que tambem pensamos.
Precisamos de si. Se puder envie o seu contacto para o nosso mail - forcemergente@gmail.com
Uma coisa lhe poderemos desde já garantir. Vamos fazer tudo o que nos for possivel para inverter esta situação. Para isso temos algumas ideias e vamos avançar com algumas iniciativas.
É necessário juntar Forças.
Contamos consigo.
Obrigado

Camilo disse...

Coloquei um extrato no meu blogue.
Cumprimentos.

Força Emergente disse...

Caro Camilo
Obrigado por nos fazer essa deferência.
Os nossos agradecimentos

Da Serra disse...

Pois é, têm todos muita razão, mas... soluções?
Como é possível correr com estes? E depois? Vêm outros melhores? Duvido...
Estes ou outros, é tudo farinha do mesmo saco, são todos portugueses.
Ora aqui é que está o busílis: serem portugueses.
Leia a história de Portugal, e verão que as moscas vão mudando, mas o resto, mantem-se!
Claro que hoje podemos desabafar, vamos dizendo umsa coisas e outras, mas... fica tudo na mesma.
Estou neste momento a ver na televisão a lista candidata pelo PS à Câmara de Lisboa.
É a Roseta e o Zé Cagalhão (desculpem-me...), que disseram do PS e do Costa o que Maomé não disse do toucinho... e lá estão eles, todos contentes, o lado dele...
Ah, e a Roseta tinha um movimento de Cidadãos que pôs no caixote do lixo...
É o Poder, pá, é o Poder!